logomarca

Pedido de Oração

Downloads

Boletins

Acompanhe-nos

Visitantes


Você é o visitante número 2564 .

 


  • Você está em:
  • Página inicial »
  • »
  • Agosto 2017/Adoração em quatro estações

Agosto 2017/Adoração em quatro estações

imprimir tamanho da letra: A- normal A+

Na estação própria farei descer chuva; haverá chuvas de bênçãos. Ezequel 34.26b

Primavera, a 1ª estação – Tudo tem o seu tempo determinado e há tempo para todo o propósito debaixo do céu (Eclesiastes 3.1). No Sul do Brasil, a primavera representa o encerramento de duas estações de frio. É nessa época que as flores desabrocham, que o sol reaparece e que as pessoas começam a sair de novo de casa. A primavera representa aquelas fases da nossa vida em que nos libertamos de situações que gelam a nossa alma e voltamos a sorrir e a ter esperança. A primavera é a estação da adoração, das de graça. Não deixe de adorar, quando tudo florescer.

Para compartilhar: Quantas vezes você já sentiu que estava saindo de um grande inverno na alma? Conte na célula a respeito sobre as ‘primaveras de sua vida’. Como você adorou a Deus nesta situação? Em palavras? Em euforia? Em cânticos? Ou quem sabe você dançou? #compartilhaaí

Verão, a 2ª estação - Determinaste todas as fronteiras da terra; fizeste o verão e o inverno (Salmo 74.17).  No Sul do Brasil, verão é a volta do calor. É o tempo da alegria, de descanso, de férias. Adorar no verão é reconhecer que passamos pelas outras estações com força e sob o cuidado de Deus. Porém, para alguns, o verão representa cansaço, desânimo, calor intenso. Seja em dias de alegria e renovo, seja nos dias que a provação faz arder nossos pensamentos, uma coisa não pode faltar: adoração em nossos lábios. Muitas pessoas murmuram em qualquer estação. Reclamam se está frio, se está calor, se é dia ou se é noite. Deus odeia a murmuração. Verão é tempo de adorar. Um coração de adorador também é provado nos dias em que tudo está aquecido, nos quais nada falta.

Para compartilhar: Você adora quando tudo está bem? Não são apenas nos dias maus que Deus procura os verdadeiros adoradores. Nos dias em que as nossas vidas estão aquecidas de respostas do Senhor, não podemos baixar guarda e deixar de adorar. Em que estação está o seu coração? #compartilhaí

Outono, a 3ª estação - Então, no devido tempo, enviarei chuva sobre a sua terra, chuva de outono e de primavera, para que vocês recolham o seu cereal, e tenham vinho novo e azeite (Deuteronômio 11.14) Outono é a época da colheita. Finalmente, os frutos amadureceram. Estão doces e prontos para nos alimentar. As folhas caem, mas não se perde a esperança. Dias de outono são como aqueles instantes em que parece que há um buraco no coração. O verão foi embora, logo chega o frio. Já fomos podados, caíram nossas forças, mas ainda poderemos alimentar muitas pessoas. Como árvores de raízes profundas, o outono é tempo de adorar pelo que vem pela frente. É visualizar promessas, é colher provisão espiritual. E daí que as folhas caíram? Estavam velhas. Deus sabe o que faz. Antigos hábitos, costumes que não levam a lugar nenhum dão lugar ao sabor e a doçura de tudo o que aprendemos nas outras estações. Outono também é tempo de adorar e dar lugar ao Criador.

Para compartilhar:Você deixa Deus podar suas folhas velhas? O quanto você já permitiu que o Evangelho mudasse sua vida? Por quais frutos sua árvore (vida) é reconhecida? Você têm condições de adorar depois das podas? #compartilhaí

Inverno, a 4ª estação – Era inverno e Jesus estava no templo (João 10.22-23) No Rio Grande do Sul, o inverno representa introspecção e mais necessidade de abrigo. As baixas temperaturas fazem com que as pessoas se encolham, se isolem. Há casos de depressão nesta época do ano. No inverno, alguns adoecem, precisam de médicos e remédio. Desabrigados perecem. Campanhas de agasalho aparecem de toda parte. Afinal, algo precisa ser feito em uma época tão difícil. Mesmo que alguém goste do frio, todos concordam em uma coisa. Têm muita gente que sobre com as baixas temperaturas. Chegam a sentir dores no corpo. São dias difíceis. É tempo de olhar à volta. E o inverno espiritual? Em que falta calor humano, solidariedade, um abraço amigo? Talvez, estejamos abrigados, em célula, no calor da comunhão da igreja. Mas, e os desabrigados? Como vivem aqueles que estão com a alma gelada e sem esperança? E o nosso inverno pessoal? Quando nossa fé esfriou e o compromisso com Deus congelou? Por que deixar de adorar no inverno? Por que não clamar mais alto e aquecer o coração com as respostas de Deus?

Para compartilhar:Você adora a Deus no inverno? Relate alguma situação difícil que você viveu nos últimos meses. Esta situação representou um inverno na sua vida? O que Deus respondeu? Você é um adorar nas quatro estações? #compartilhaí

Deixe seu comentário
Sem comentários cadastrados.

Parceiros

Central de Células Projeto Nações em Ação